BAD financia programa alimentar para o fomento da produção agrícola.

Um financiamento no valor de 150 milhões de dólares norte americanos será injectado este ano pelo Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) ao fomento da produção de alimentos com realce para os cereais (arroza, milho, trigo, massango e massambala).

O projecto que será directamente ligado as províncias da Lundas Sul e Norte, Moxico e Cuando Cubango prevê na base da alimentação fomentar igualmente a componente de leguminosas, com destaque para o feijão e Macunde, onde a soja é também indicada a fazer parte, como excepção.

Falando a Imprensa, o especialista em novas tecnologias agrícolas afecto a equipe do BAD, o queniano, David Taurrus frisou que, com o referido financimaneto, a perspectiva é trabalhar para que se consiga melhorar as sementes dos camponeses com base a cientificidade.

“O foco é trazer novas tecnologias de agriculturas aqui em Angola, para ajudar o governo e também para melhorar as sementes dos campones” asseverou, o especialista do BAD.

A vice-governadora, Helena Ximena, com alguma “satisfação” vê beneficios para o incremento deste programa do governo para agricultura familiar que, segundo ela, visa o alargamento das zonas de produção agrícola para o combate a fome e a pobreza.

Apontou que, o referido programa, torna-se como um dos eixos da aquilo que é a “luta” para o combate a pobreza ao, acresce-se o fornecimento de fertilizantes e próprios insumos agrícolas para poder potenciar e usar estas pequenas famílias que têm desenvolvidos as respectivas  províncias.

A garantia acerca do assunto acima exposto vem, igualmente, da Directora geral do Instituto de fomento Agrário (IDA), Anita Esperança que chefiou uma equipe do ministério da Agricultura a província do Cuando Cubango.

BAD financia programa alimentar para o fomento da produção agrícola

Um financiamento no valor de 150 milhões de dólares norte americanos será injectado este ano pelo Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) ao fomento da produção de alimentos com realce para os cereais (arroza, milho, trigo, massango e massambala).

Jun 26, 2023 - 14:52
Última atualização   - 14:57
BAD financia programa alimentar para o fomento da produção agrícola
© Fotografia por: DR
BAD financia programa alimentar para o fomento da produção agrícola

O projecto que será directamente ligado as províncias da Lundas Sul e Norte, Moxico e Cuando Cubango prevê na base da alimentação fomentar igualmente a componente de leguminosas, com destaque para o feijão e Macunde, onde a soja é também indicada a fazer parte, como excepção.

Falando a Imprensa, o especialista em novas tecnologias agrícolas afecto a equipe do BAD, o queniano, David Taurrus frisou que, com o referido financimaneto, a perspectiva é trabalhar para que se consiga melhorar as sementes dos camponeses com base a cientificidade.

“O foco é trazer novas tecnologias de agriculturas aqui em Angola, para ajudar o governo e também para melhorar as sementes dos campones” asseverou, o especialista do BAD.

A vice-governadora, Helena Ximena, com alguma “satisfação” vê beneficios para o incremento deste programa do governo para agricultura familiar que, segundo ela, visa o alargamento das zonas de produção agrícola para o combate a fome e a pobreza.

Apontou que, o referido programa, torna-se como um dos eixos da aquilo que é a “luta” para o combate a pobreza ao, acresce-se o fornecimento de fertilizantes e próprios insumos agrícolas para poder potenciar e usar estas pequenas famílias que têm desenvolvidos as respectivas  províncias.

A garantia acerca do assunto acima exposto vem, igualmente, da Directora geral do Instituto de fomento Agrário (IDA), Anita Esperança que chefiou uma equipe do ministério da Agricultura a província do Cuando Cubango.