Ministra das Finanças apresenta saldo referente ao ano 2021.

A Ministra das Finanças, Vera Daves de Sousa apresentou, quinta-feira, na Assembleia Nacional o saldo de 2021 que na perspectiva do governo, foi positivo e teve um valor de 4,28 biliões de kwanzas alocado a Conta Geral do Estado.

Na sua apresentação, durante a apreciação do balanço financeiro da Conta Geral do Estado, disse que , em relação ao balanço orçamental, o superávit nominal de 793,99 mil milhões de kwanzas encerrou o orçamento naquele ano.

Na ocasião a ministra, explicou que, em 2021 o serviço da dívida interna manteve 4,51 biliões AKz, onde cerca de Kz 3,31 biliões tem que ver com o pagamento principal e 1,20 biliões akz de pagamento de juros e outras comissões.

Entretanto, o serviço da dívida externa situou-se em torno dos Kwanzas 3,09 biliões, dos quais cerca de Kz 1,85 biliões serviram para pagamento de amortizações e Kz 1,24 biliões de juros e comissões.

Em Dezembro de 2021, o stock da Dívida Governamental situou-se em Kz 36,75 biliões, equivalente a 66,2 mil milhões de dólares (USD) e estava composta por 71% de dívida externa, no valor de Kz 25,97 biliões, equivalente a USD 46,79 mil milhões, e 29% de dívida interna no valor de Kz 10,78 biliões, equivalente a USD 19,43 mil milhões.

O stock da dívida das Empresas Públicas, designadamente Sonangol E.P. e a TAAG, E.P., cifrou-se em Kz 2,4 biliões, equivalente a USD 4,3 mil milhões.
Nesta perspectiva, no exercício de 2021, o stock da Dívida Pública, que engloba a Dívida Governamental e das Empresas Públicas, atingiu os Kz 39,16 biliões, o equivalente a USD 70 mil milhões.

O OGE de 2021, estimou receitas e despesas no valor de Kz 14,75 biliões, e evidenciou uma arrecadação de receitas no valor de Kz 15,22 biliões e execução de despesas no valor de Kz 14,42 biliões, resultando num superávit nominal no valor de Kz 793,99 mil milhões.

Importa referir que, no período em apreço, o Saldo Fiscal foi igualmente superavitário na ordem dos Kz 1 bilião, e o Saldo Corrente cifrou-se em Kz 3,49 biliões, demonstrando que as receitas correntes foram suficientes para cobrir as despesas correntes.

Arrecadação geral  completa

O documento refere ainda que as receitas correntes foram de Kz 10,1 biliões, correspondendo a uma execução acima do previsto de 125% e uma participação sobre a receita total de aproximadamente 66%.

Receitas de capital foram no valor de Kz 5,12 biliões, correspondendo a uma execução de 77% e uma participação sobre a receita total de 34%.
Despesas correntes no valor de Kz 6,61 biliões, correspondendo a uma execução de 89% em relação à despesa autorizada, e uma participação sobre a despesa total de 46%, enquanto que, de Capital no valor de Kz 7,81 biliões, correspondendo a uma execução de 108% em relação à despesa autorizada, e uma participação sobre a despesa total de 54%.

Foram executadas em 2021, despesas que permitissem mitigar e combater os efeitos nefastos da Covid-19, na ordem dos Kz 142 mil milhões, dos quais Kz 132,11 mil milhões destinaram-se para despesas gerais da Covid-19 e Kz 9,16 mil milhões para construção de hospitais de campanha.

No processo relacionado com o Plano de Vacinação contra o vírus da Covid-19, foram desembolsados cerca de Kz 104,57 mil milhões, destinados à aquisição de cerca de 22 946 400 doses das vacinas Sputnik, Sinopharma e Jansen.

Para o exercício de 2021, o Inventário do Estado apresentou um valor patrimonial líquido de Kz 5,25 biliões, tendo verificado uma ligeira redução de 3% face ao ano anterior.

Recordou que 2021, o Estado recebeu dividendos no País, pagos por seis entidades, na ordem dos Kz 1,84 mil milhões, e no exterior em cerca de USD 73,57 mil.

Em relação ao Programa de Privatizações, até ao ano de 2021, privativou-se 33 empresas, resultando num valor contratualizado de Kz 442,40 mil milhões, tendo constituído entradas de recursos na Conta Única do Tesouro (CUT) no valor de Kz 425,84 mil milhões.

Para actividade de 2021, os Restos a Pagar inscritos totalizaram Kz 1,28 biliões, tendo sido verificada uma variação positiva significativa de 30%, face ao período homólogo. O stock da dívida flutuante, por seu turno, cifrou-se em Kz 5,38 biliões e Dívida Fundada em Kz 29,83 biliões, respectivamente.

Fonte: Agência de Notícia Angola Press

Ministra das Finanças apresenta saldo referente ao ano 2021

A Ministra das Finanças, Vera Daves de Sousa apresentou, quinta-feira, na Assembleia Nacional o saldo de 2021 que na perspectiva do governo, foi positivo e teve um valor de 4,28 biliões de kwanzas alocado a Conta Geral do Estado.

Jul 28, 2023 - 10:44
Última atualização   - 10:46
Ministra das Finanças apresenta saldo referente ao ano 2021
© Fotografia por: DR
Ministra das Finanças apresenta saldo referente ao ano 2021

Na sua apresentação, durante a apreciação do balanço financeiro da Conta Geral do Estado, disse que , em relação ao balanço orçamental, o superávit nominal de 793,99 mil milhões de kwanzas encerrou o orçamento naquele ano.

Na ocasião a ministra, explicou que, em 2021 o serviço da dívida interna manteve 4,51 biliões AKz, onde cerca de Kz 3,31 biliões tem que ver com o pagamento principal e 1,20 biliões akz de pagamento de juros e outras comissões.

Entretanto, o serviço da dívida externa situou-se em torno dos Kwanzas 3,09 biliões, dos quais cerca de Kz 1,85 biliões serviram para pagamento de amortizações e Kz 1,24 biliões de juros e comissões.

Em Dezembro de 2021, o stock da Dívida Governamental situou-se em Kz 36,75 biliões, equivalente a 66,2 mil milhões de dólares (USD) e estava composta por 71% de dívida externa, no valor de Kz 25,97 biliões, equivalente a USD 46,79 mil milhões, e 29% de dívida interna no valor de Kz 10,78 biliões, equivalente a USD 19,43 mil milhões.

O stock da dívida das Empresas Públicas, designadamente Sonangol E.P. e a TAAG, E.P., cifrou-se em Kz 2,4 biliões, equivalente a USD 4,3 mil milhões.
Nesta perspectiva, no exercício de 2021, o stock da Dívida Pública, que engloba a Dívida Governamental e das Empresas Públicas, atingiu os Kz 39,16 biliões, o equivalente a USD 70 mil milhões.

O OGE de 2021, estimou receitas e despesas no valor de Kz 14,75 biliões, e evidenciou uma arrecadação de receitas no valor de Kz 15,22 biliões e execução de despesas no valor de Kz 14,42 biliões, resultando num superávit nominal no valor de Kz 793,99 mil milhões.

Importa referir que, no período em apreço, o Saldo Fiscal foi igualmente superavitário na ordem dos Kz 1 bilião, e o Saldo Corrente cifrou-se em Kz 3,49 biliões, demonstrando que as receitas correntes foram suficientes para cobrir as despesas correntes.

Arrecadação geral  completa

O documento refere ainda que as receitas correntes foram de Kz 10,1 biliões, correspondendo a uma execução acima do previsto de 125% e uma participação sobre a receita total de aproximadamente 66%.

Receitas de capital foram no valor de Kz 5,12 biliões, correspondendo a uma execução de 77% e uma participação sobre a receita total de 34%.
Despesas correntes no valor de Kz 6,61 biliões, correspondendo a uma execução de 89% em relação à despesa autorizada, e uma participação sobre a despesa total de 46%, enquanto que, de Capital no valor de Kz 7,81 biliões, correspondendo a uma execução de 108% em relação à despesa autorizada, e uma participação sobre a despesa total de 54%.

Foram executadas em 2021, despesas que permitissem mitigar e combater os efeitos nefastos da Covid-19, na ordem dos Kz 142 mil milhões, dos quais Kz 132,11 mil milhões destinaram-se para despesas gerais da Covid-19 e Kz 9,16 mil milhões para construção de hospitais de campanha.

No processo relacionado com o Plano de Vacinação contra o vírus da Covid-19, foram desembolsados cerca de Kz 104,57 mil milhões, destinados à aquisição de cerca de 22 946 400 doses das vacinas Sputnik, Sinopharma e Jansen.

Para o exercício de 2021, o Inventário do Estado apresentou um valor patrimonial líquido de Kz 5,25 biliões, tendo verificado uma ligeira redução de 3% face ao ano anterior.

Recordou que 2021, o Estado recebeu dividendos no País, pagos por seis entidades, na ordem dos Kz 1,84 mil milhões, e no exterior em cerca de USD 73,57 mil.

Em relação ao Programa de Privatizações, até ao ano de 2021, privativou-se 33 empresas, resultando num valor contratualizado de Kz 442,40 mil milhões, tendo constituído entradas de recursos na Conta Única do Tesouro (CUT) no valor de Kz 425,84 mil milhões.

Para actividade de 2021, os Restos a Pagar inscritos totalizaram Kz 1,28 biliões, tendo sido verificada uma variação positiva significativa de 30%, face ao período homólogo. O stock da dívida flutuante, por seu turno, cifrou-se em Kz 5,38 biliões e Dívida Fundada em Kz 29,83 biliões, respectivamente.

Fonte: Agência de Notícia Angola Press