Ministra garante pagamento salarial sem interrupção.

A ministra das Finanças, Vera Daves, garantiu, quinta-feira, em Luanda, haver recursos financeiros para pagar os trabalhadores da função pública, contrariando toda especulação a volta do assunto nas redes sociais.

Em declarações à imprensa, a governante deu a conhecer que neste mês de Junho terem sido pagos 207 mil milhões de kwanzas.

Na ocasião, salientou que, em relação aos salários da função pública, “queremos tranquilizar e dizer que, tínhamos pago 207 mil milhões de kwanzas, da folha de salário de 211 mil milhões de kwanzas”.

A governante que falava à margem da conferência sobre “ Inclusão financeira”, esclareceu que ainda faltam pagar 4.1 mil milhões de kwanzas, aproveitando informando que “devem estar concluídos ainda hoje os salários da função pública, referentes ao mês em curso (Junho)”.

Vera Daves confirmou mesmo, que o Estado continua a ser capaz de cumprir com os seus compromissos fundamentais, assim como  salários, serviços da dívida, entre outras despesas de funcionamento das principais instituições.

Promovido pelo Banco Nacional de Angola (BNA) a Conferência sobre “Inclusão Financeira em Angola - Desafios e Oportunidades”, visou apresentar as principais conclusões e recomendações do Inquérito Finscope Consumer Angola 2022, numa pesquisa sobre o Estado da Inclusão financeira em Angola, efectuada pela FinMark Trus.

Participaram, igualmente, no evento, o actual governador do BNA, Tiago Dias, e o ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Mário Oliveira.  

Ministra garante pagamento salarial sem interrupção

A ministra das Finanças, Vera Daves, garantiu, quinta-feira, em Luanda, haver recursos financeiros para pagar os trabalhadores da função pública, contrariando toda especulação a volta do assunto nas redes sociais.

Jul 3, 2023 - 13:04
Última atualização   - 13:18
Ministra garante pagamento salarial sem interrupção
© Fotografia por: DR
Ministra garante pagamento salarial sem interrupção

Em declarações à imprensa, a governante deu a conhecer que neste mês de Junho terem sido pagos 207 mil milhões de kwanzas.

Na ocasião, salientou que, em relação aos salários da função pública, “queremos tranquilizar e dizer que, tínhamos pago 207 mil milhões de kwanzas, da folha de salário de 211 mil milhões de kwanzas”.

A governante que falava à margem da conferência sobre “ Inclusão financeira”, esclareceu que ainda faltam pagar 4.1 mil milhões de kwanzas, aproveitando informando que “devem estar concluídos ainda hoje os salários da função pública, referentes ao mês em curso (Junho)”.

Vera Daves confirmou mesmo, que o Estado continua a ser capaz de cumprir com os seus compromissos fundamentais, assim como  salários, serviços da dívida, entre outras despesas de funcionamento das principais instituições.

Promovido pelo Banco Nacional de Angola (BNA) a Conferência sobre “Inclusão Financeira em Angola - Desafios e Oportunidades”, visou apresentar as principais conclusões e recomendações do Inquérito Finscope Consumer Angola 2022, numa pesquisa sobre o Estado da Inclusão financeira em Angola, efectuada pela FinMark Trus.

Participaram, igualmente, no evento, o actual governador do BNA, Tiago Dias, e o ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Mário Oliveira.