VPR destaca em Mbanza Kongo transmissão dos valores ancestrais à nova geração.

A Vice-Presidente da República, Esperança da Costa, valorizou na manhã desta terça-feira [16.05.2023] em Mbanza Kongo (Zaire), o papel das autoridades tradicionais na transmissão dos valores culturais ancestrais à nova geração.

Ao intervir perante as autoridades tradicionais do Lumbu (Corte Real Kongo), a Vice-Presidente da República destacou o conceito de tribunal tradicional ou consuetudinário, que, na região, ajuda na harmonização da vida em comunidade. 

“É uma honra estar aqui no Lumbu, considerado o centro principal do tribunal consuetudinário, no qual as eminentes figuras tradicionais desenvolvem o seu papel no apoio às nossas comunidades  naquilo que é correcto para com a família e o bem-estar de toda a sociedade”, afirmou.

Esperança da Costa realçou a contínua manutenção das relações entre as autoridades tradicionais locais e as dos três países vizinhos que integravam o antigo Reino do Kongo, designadamente a República Democrática do Congo (RDC), a República do Congo e o Gabão.

A sua visita a Mbanza Kongo, explicou, visa, essencialmente, constatar a realidade deste centro histórico, inscrito na lista do Património Cultural da Humanidade, a 8 de Julho de 2017, com vista a identificar, corrigir e encontrar soluções às diversas dificuldades ainda existentes.

Após ter estado no Lumbu, a Vice-Presidente da República, visitou o Museu dos Reis do Kongo e o Sunguilo (Cemitério dos Reis) onde recebeu explicação detalhada sobre o significado histórico e cultural do acervo ali exposto, assim como sobre o seu funcionamento. 

A Vice-Presidente reiterou o engajamento do Executivo na correcção de alguns problemas com os quais  o referido Património Cultural da Humanidade ainda se debate.

VPR destaca em Mbanza Kongo transmissão dos valores ancestrais à nova geração

A Vice-Presidente da República, Esperança da Costa, valorizou na manhã desta terça-feira [16.05.2023] em Mbanza Kongo (Zaire), o papel das autoridades tradicionais na transmissão dos valores culturais ancestrais à nova geração.

Maio 17, 2023 - 14:03
Última atualização   - 14:05
VPR destaca em Mbanza Kongo transmissão dos valores ancestrais à nova geração
© Fotografia por: DR
VPR destaca em Mbanza Kongo transmissão dos valores ancestrais à nova geração

Ao intervir perante as autoridades tradicionais do Lumbu (Corte Real Kongo), a Vice-Presidente da República destacou o conceito de tribunal tradicional ou consuetudinário, que, na região, ajuda na harmonização da vida em comunidade. 

“É uma honra estar aqui no Lumbu, considerado o centro principal do tribunal consuetudinário, no qual as eminentes figuras tradicionais desenvolvem o seu papel no apoio às nossas comunidades  naquilo que é correcto para com a família e o bem-estar de toda a sociedade”, afirmou.

Esperança da Costa realçou a contínua manutenção das relações entre as autoridades tradicionais locais e as dos três países vizinhos que integravam o antigo Reino do Kongo, designadamente a República Democrática do Congo (RDC), a República do Congo e o Gabão.

A sua visita a Mbanza Kongo, explicou, visa, essencialmente, constatar a realidade deste centro histórico, inscrito na lista do Património Cultural da Humanidade, a 8 de Julho de 2017, com vista a identificar, corrigir e encontrar soluções às diversas dificuldades ainda existentes.

Após ter estado no Lumbu, a Vice-Presidente da República, visitou o Museu dos Reis do Kongo e o Sunguilo (Cemitério dos Reis) onde recebeu explicação detalhada sobre o significado histórico e cultural do acervo ali exposto, assim como sobre o seu funcionamento. 

A Vice-Presidente reiterou o engajamento do Executivo na correcção de alguns problemas com os quais  o referido Património Cultural da Humanidade ainda se debate.