Embaixada de Angola acusa jornalista Luzia Moniz de fazer activismo político contra JLo.

A embaixada de Angola em Portugal, negou em participar na cerimónia oficial de celebração do dia de África, justificando essa decisão por ter “constatado que a cidadã Luzia Moniz se mantém na lista dos convidados” para a referida comemoração.

Em nota verbal de 27 de Maio, dirigida a todas as embaixadas africanas acreditadas em Portugal, Maria de Jesus dos Reis Ferreira, Embaixadora Extraordinária e Plenipotenciária da República de Angola na República Portuguesa, recorda que, numa reunião realizada em Março, “nos opusemos à inclusão na lista de convidados a Dr.ª Luzia Moniz, cidadã luso-angolana, alegando que a mesma faz activismo contra a mais Alta magistratura e Governo da República de Angola”.

Isto é um cúmulo da arrogância e intolerância política de um governo que se arvora em democrata e respeitador da liberdade de expressão! Ridículo mas muito grave.

A Embaixada de Angola lamenta tal procedimento que viola o princípio de promoção de Unidade, Solidariedade e Coesão entre os Estados previsto no acto constitutivo da União Africana (UA).

Por conseguinte, por orientação da Capital (Luanda), A Embaixada de Angola não participará na Cerimónia Oficial da celebração do Dia de África que se realizará no dia 29 do ano em curso, no Lisbon Marriot Hotel.

A Embaixada da República de Angola na República Portuguesa, aproveita a oportunidade para reiterar a todas as Embaixadas do Grupo Africano acreditadas na República Portuguesa, os protestos da sua elevada consideração.

Embaixada de Angola acusa jornalista Luzia Moniz de fazer activismo político contra JLo

A embaixada de Angola em Portugal, negou em participar na cerimónia oficial de celebração do dia de África, justificando essa decisão por ter “constatado que a cidadã Luzia Moniz se mantém na lista dos convidados” para a referida comemoração.

Jun 7, 2024 - 16:12
Embaixada de Angola acusa jornalista Luzia Moniz de fazer activismo político contra JLo
© Fotografia por: DR
Embaixada de Angola acusa jornalista Luzia Moniz de fazer activismo político contra JLo

Em nota verbal de 27 de Maio, dirigida a todas as embaixadas africanas acreditadas em Portugal, Maria de Jesus dos Reis Ferreira, Embaixadora Extraordinária e Plenipotenciária da República de Angola na República Portuguesa, recorda que, numa reunião realizada em Março, “nos opusemos à inclusão na lista de convidados a Dr.ª Luzia Moniz, cidadã luso-angolana, alegando que a mesma faz activismo contra a mais Alta magistratura e Governo da República de Angola”.

Isto é um cúmulo da arrogância e intolerância política de um governo que se arvora em democrata e respeitador da liberdade de expressão! Ridículo mas muito grave.

A Embaixada de Angola lamenta tal procedimento que viola o princípio de promoção de Unidade, Solidariedade e Coesão entre os Estados previsto no acto constitutivo da União Africana (UA).

Por conseguinte, por orientação da Capital (Luanda), A Embaixada de Angola não participará na Cerimónia Oficial da celebração do Dia de África que se realizará no dia 29 do ano em curso, no Lisbon Marriot Hotel.

A Embaixada da República de Angola na República Portuguesa, aproveita a oportunidade para reiterar a todas as Embaixadas do Grupo Africano acreditadas na República Portuguesa, os protestos da sua elevada consideração.