Grupo Pegado Motors lança viatura de marca nacional.

O grupo Pegado Motors lançou, quinta-feira, em Luanda, a primeira viatura nacional de marca, Pegado Motors, modelo Zambeze, avaliado em 18 milhões de Kwanzas.

O representante e CEO da marca, Bruno Pegado, disse que o projeto tem dois modelos exclusivos, nomeadamente, Zambeze e  Welwitschia, esta última, considerada “Top de Gama”, que será comercializado no valor de 23 milhões e 475 mil kwanzas.

Em declarações à Imprensa, Bruno Pegado, disse que, o grupo conta com uma frota de 30 viaturas, modelo, “Macocola”, que funciona através de um aplicativo, designado plataforma,” Gira Angola”, para além de 300 triciclos, modelo, “Baza baza” exclusivo para pessoas portadoras de deficiência física e que estão a circular no mercado angolano.

As carrinhas “Pickup” Welwitschia e Zambeze, já circulam pela África, nomeadamente, em Angola, República Democrática do Congo (RDC), Nigéria, Benin, Gâmbia, Tanzânia e no Quénia, com uma parceria de 49 representantes e um financiamento de 20 milhões de dólares.

Na ocasião, acrescentou, que o grupo criou um total de 500 postos de trabalho directos, e prevê a posterior, criar 1500 novos postos, com vista a gerar empregos para os jovens.

Salientou, que numa primeira fase, o grupo vai montar no município de Waku kungo, província de Kwanza sul, um pólo industrial com várias linhas de montagem,  fazendo de Angola um dos maiores centros logísticos de fornecimento e distribuição de acessorios das referidas viaturas.

Por seu turno, o Director para a região da África, afecto a empresa Cila Banking Consultory, Salimin Ibrahim, sedeada no Dubai, revelou que, o projecto foi financiado com um valor total de 100 milhões de dólares norte americanos.

O grupo conta actualmente com uma produção directa da China, com a capacidade de montagem de 10 mil automóveis, e quando for montada em Angola, a previsão será de uma produção mensal de 500 viaturas.

Grupo Pegado Motors lança viatura de marca nacional

O grupo Pegado Motors lançou, quinta-feira, em Luanda, a primeira viatura nacional de marca, Pegado Motors, modelo Zambeze, avaliado em 18 milhões de Kwanzas.

Maio 26, 2023 - 09:46
Última atualização   - 10:44
Grupo Pegado Motors lança viatura de marca nacional
Grupo Pegado Motors lança viatura de marca nacional
Grupo Pegado Motors lança viatura de marca nacional
Grupo Pegado Motors lança viatura de marca nacional

O representante e CEO da marca, Bruno Pegado, disse que o projeto tem dois modelos exclusivos, nomeadamente, Zambeze e  Welwitschia, esta última, considerada “Top de Gama”, que será comercializado no valor de 23 milhões e 475 mil kwanzas.

Em declarações à Imprensa, Bruno Pegado, disse que, o grupo conta com uma frota de 30 viaturas, modelo, “Macocola”, que funciona através de um aplicativo, designado plataforma,” Gira Angola”, para além de 300 triciclos, modelo, “Baza baza” exclusivo para pessoas portadoras de deficiência física e que estão a circular no mercado angolano.

As carrinhas “Pickup” Welwitschia e Zambeze, já circulam pela África, nomeadamente, em Angola, República Democrática do Congo (RDC), Nigéria, Benin, Gâmbia, Tanzânia e no Quénia, com uma parceria de 49 representantes e um financiamento de 20 milhões de dólares.

Na ocasião, acrescentou, que o grupo criou um total de 500 postos de trabalho directos, e prevê a posterior, criar 1500 novos postos, com vista a gerar empregos para os jovens.

Salientou, que numa primeira fase, o grupo vai montar no município de Waku kungo, província de Kwanza sul, um pólo industrial com várias linhas de montagem,  fazendo de Angola um dos maiores centros logísticos de fornecimento e distribuição de acessorios das referidas viaturas.

Por seu turno, o Director para a região da África, afecto a empresa Cila Banking Consultory, Salimin Ibrahim, sedeada no Dubai, revelou que, o projecto foi financiado com um valor total de 100 milhões de dólares norte americanos.

O grupo conta actualmente com uma produção directa da China, com a capacidade de montagem de 10 mil automóveis, e quando for montada em Angola, a previsão será de uma produção mensal de 500 viaturas.