Realizada 2ª edição do Fórum de Negócio e Mineiro sob o tema “Desafios de Transição Mineira”.

A segunda edição do fórum de Negócios e Minerais sob o tema “ Desafios de Transição” que decorreu durante dois dias (30 e 31 de Maio) em Luanda, concluiu que o país (Angola) deverá apostar seriamente na construção de infraestruturas de exploração mineral no âmbito do processo de descarbonização mundial.

De acordo com a informação disponibilizado pelo governo angolano, através do Ministério dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás (MIRAMPET),  , devido à geologia favorável, o país será um importante produtor a médio e longo prazos, sobretudo, pela identificação de um total de 44 ocorrências mineralógicas.

Destas ocorrências, lê-se na nota de informação do governo angolano, a localização de seis minerais mais importantes para a transição energética, nomeadamente níquel, cobalto, lítio, cobre, grafite e elemento de terras raras.

Por essa razão, a MINING Evento empresa promotora da realização deste Fórum, juntou vários especialistas e empresários do ramo mineral e de maquinarias de exploração de Recurso naturais com realce para os acima mencionados que fizeram uma abordagem sucinta sobre a questão em causa.

Assim, foram discutidos e debatidos sete importantes temas, subdivididos em sete painéis, nomeadamente, “  Estudos Geológicos Sobre os Minerais Críticos”,  “Procedimentos de Outorga de Direitos Mineiros e Financiamentos”, “ Os procedimentos de Outorga de Direitos Mineiros (ANRM)”, “ A Visão da Banca e da Bodiva e seu Grau de Intervenção nos Minerais Críticos”.

“Tendências Mundiais sobre o Aproveitamento Económico da Trasição Energética”, “ O Sector dos Transportes ao Serviço da Indústria Mineira em Transição Mineira”, “Subsectores Ferroviários e Logística ao Serviço da Indústria Mineira em Transição “ foram outros, dos temas abordados no evento.

Depois de acesos debates a volta do tema, os especialistas concluíram a necessidade de se aumentar a auto-suficiência energética, criar indústrias, empregos através da expansão de várias fontes de energia, nomeadamente, as energias renováveis e o hidrogénio.

Recomendaram também, estabelecer medidas de segurança energética e a criação de novas indústrias de energia, bem como, novos mercados para o sector Mineiro, visando preparar o país, na resposta da procura de minerais essenciais a viabilização de tecnologias limpas.

No certame, estiveram expostos produtos que mostraram as maquinarias e instrumentos necessários para a exploração dos vários recursos minerais que o país possui. 

Realizada 2ª edição do Fórum de Negócio e Mineiro sob o tema “Desafios de Transição Mineira”

A segunda edição do fórum de Negócios e Minerais sob o tema “ Desafios de Transição” que decorreu durante dois dias (30 e 31 de Maio) em Luanda, concluiu que o país (Angola) deverá apostar seriamente na construção de infraestruturas de exploração mineral no âmbito do processo de descarbonização mundial.

Jun 3, 2023 - 14:13
Última atualização   - 15:18
Realizada 2ª edição do Fórum de Negócio e Mineiro sob o tema “Desafios de Transição Mineira”
© Fotografia por: DR
Realizada 2ª edição do Fórum de Negócio e Mineiro sob o tema “Desafios de Transição Mineira”

De acordo com a informação disponibilizado pelo governo angolano, através do Ministério dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás (MIRAMPET),  , devido à geologia favorável, o país será um importante produtor a médio e longo prazos, sobretudo, pela identificação de um total de 44 ocorrências mineralógicas.

Destas ocorrências, lê-se na nota de informação do governo angolano, a localização de seis minerais mais importantes para a transição energética, nomeadamente níquel, cobalto, lítio, cobre, grafite e elemento de terras raras.

Por essa razão, a MINING Evento empresa promotora da realização deste Fórum, juntou vários especialistas e empresários do ramo mineral e de maquinarias de exploração de Recurso naturais com realce para os acima mencionados que fizeram uma abordagem sucinta sobre a questão em causa.

Assim, foram discutidos e debatidos sete importantes temas, subdivididos em sete painéis, nomeadamente, “  Estudos Geológicos Sobre os Minerais Críticos”,  “Procedimentos de Outorga de Direitos Mineiros e Financiamentos”, “ Os procedimentos de Outorga de Direitos Mineiros (ANRM)”, “ A Visão da Banca e da Bodiva e seu Grau de Intervenção nos Minerais Críticos”.

“Tendências Mundiais sobre o Aproveitamento Económico da Trasição Energética”, “ O Sector dos Transportes ao Serviço da Indústria Mineira em Transição Mineira”, “Subsectores Ferroviários e Logística ao Serviço da Indústria Mineira em Transição “ foram outros, dos temas abordados no evento.

Depois de acesos debates a volta do tema, os especialistas concluíram a necessidade de se aumentar a auto-suficiência energética, criar indústrias, empregos através da expansão de várias fontes de energia, nomeadamente, as energias renováveis e o hidrogénio.

Recomendaram também, estabelecer medidas de segurança energética e a criação de novas indústrias de energia, bem como, novos mercados para o sector Mineiro, visando preparar o país, na resposta da procura de minerais essenciais a viabilização de tecnologias limpas.

No certame, estiveram expostos produtos que mostraram as maquinarias e instrumentos necessários para a exploração dos vários recursos minerais que o país possui.