Bolsa de Luanda avança com fracção das obrigações do Tesouro da carteira do Banco Yetu para maior captção.

Ao proceder ao fraccionamento de perto de nove milhões obrigações do Tesouro, o Banco Yetu abre, assim, possibilidade para que mais investidores adiram à compra. Mecanismo aplicado para aumentar a liquidez do mercado de títulos do Governo, permitindo que um maior número de investidores participe e facilitando a negociação dessas obrigações.

Dário do Leste

semana passada, ao fraccionamento de 5,9 milhões das Obrigações do Tesouro Não Reajustáveis, pertencentes a carteira própria do Banco YETU, o que permitirá que mais investidores absorvam os titulos do Estado, de acordo com organismo em nonta enviada ao Kieto Economia.

De acordo com a BODIVA, refere-se a "Fraccionamento das Obrigações do Tesouro"  à divisão das obrigações do Tesouro em unidades menores, tornando-as mais acessíveis aos investidores. 

Na prática, isso ocorre para aumentar a liquidez do mercado de títulos do Governo, permitindo que um maior número de investidores participe e facilitando a negociação dessas obrigações. 

Por sua vez, o Mercado de Valores Fraccionados irá democratizar o acesso e permitir que os pequenos aforradores possam tirar proveito das oportunidades presentes nos Mercados Regulamentados.”

O mecanismo surge na sequência de o requerente, Banco YETU, S.A., ter solicitado o fraccionamento de 5.933.000  de obrigações fraccionadas, ao valor nominal de 100,00 Kwanzas, disponibilizando-os na sua carteira de activos. 

“Este acto, marca a integração dos primeiros valores mobiliários fracionados na CEVAMA, disponíveis no novo segmento de mercado de Balção Organizado, denominado mercado de valores mobiliários fraccionados, destinado exclusivamente à negociação desta tipologia de instrumento”, esclarece a BODIVA, em nota. 

De referir que o fracionamento de valores mobiliários, vem possibilitar a inclusão de mais investidores nos mercados BODIVA, com destaque para os pequenos aforradores, apresentando-se como um excelente instrumento financeiro de democratização do acesso ao mercado de valores mobiliários. 

Os Valores Mobiliários Fraccionados, são Valores Mobiliários resultantes da fracção ou divisão das quantidades de um Valor Mobiliário Originário admitido à negociação nos Mercados BODIVA.

Bolsa de Luanda avança com fracção das obrigações do Tesouro da carteira do Banco Yetu para maior captção

Ao proceder ao fraccionamento de perto de nove milhões obrigações do Tesouro, o Banco Yetu abre, assim, possibilidade para que mais investidores adiram à compra. Mecanismo aplicado para aumentar a liquidez do mercado de títulos do Governo, permitindo que um maior número de investidores participe e facilitando a negociação dessas obrigações.

Set 27, 2023 - 17:08
Última atualização   - 11:30
Bolsa de Luanda avança com fracção das obrigações do Tesouro da carteira do Banco Yetu para maior captção
© Fotografia por: DR
Bolsa de Luanda avança com fracção das obrigações do Tesouro da carteira do Banco Yetu para maior captção

Dário do Leste

semana passada, ao fraccionamento de 5,9 milhões das Obrigações do Tesouro Não Reajustáveis, pertencentes a carteira própria do Banco YETU, o que permitirá que mais investidores absorvam os titulos do Estado, de acordo com organismo em nonta enviada ao Kieto Economia.

De acordo com a BODIVA, refere-se a "Fraccionamento das Obrigações do Tesouro"  à divisão das obrigações do Tesouro em unidades menores, tornando-as mais acessíveis aos investidores. 

Na prática, isso ocorre para aumentar a liquidez do mercado de títulos do Governo, permitindo que um maior número de investidores participe e facilitando a negociação dessas obrigações. 

Por sua vez, o Mercado de Valores Fraccionados irá democratizar o acesso e permitir que os pequenos aforradores possam tirar proveito das oportunidades presentes nos Mercados Regulamentados.”

O mecanismo surge na sequência de o requerente, Banco YETU, S.A., ter solicitado o fraccionamento de 5.933.000  de obrigações fraccionadas, ao valor nominal de 100,00 Kwanzas, disponibilizando-os na sua carteira de activos. 

“Este acto, marca a integração dos primeiros valores mobiliários fracionados na CEVAMA, disponíveis no novo segmento de mercado de Balção Organizado, denominado mercado de valores mobiliários fraccionados, destinado exclusivamente à negociação desta tipologia de instrumento”, esclarece a BODIVA, em nota. 

De referir que o fracionamento de valores mobiliários, vem possibilitar a inclusão de mais investidores nos mercados BODIVA, com destaque para os pequenos aforradores, apresentando-se como um excelente instrumento financeiro de democratização do acesso ao mercado de valores mobiliários. 

Os Valores Mobiliários Fraccionados, são Valores Mobiliários resultantes da fracção ou divisão das quantidades de um Valor Mobiliário Originário admitido à negociação nos Mercados BODIVA.