Sector mineiro assina memorando estratégico com a multinacional De Beers.

As empresas predominantes no sector de mineração angolano, Agência Nacional de Recursos Minerais (ANRN) Endiama e Sodiam assinaram esta terça-feira, na cidade do Cabo-Africa do Sul, um memorando de entendimento estratégico (MEE) com a De Beers para promover o sector.

O acordo visa fomentar a produção nacional de diamantes, bem como o crescimento da mineração de pedras aluviais e na melhoria das oportunidades de desenvolvimento social por todo o país. Segundo uma nota do Ministério dos Recursos Minerais, Petróleos e Gás.

Com a finalidade de se criar um ambiente de negócios que permite a cadeia de valor diamantífero a se estabelecer no mercado nacional e internacional, foram estabelecidas quatro áreas de actuação e, principais por ambas as partes.

A primeiro visa na revisão de depósitos de kimberlito para avaliar o nível de actratividade económica por meio da aplicação de novas tecnologias, e segue a identificação de oportunidades que permitam o crescimento de pedras aluviais em Angola.

Infere de igual modo, o trabalho conjunto para expandir os diamantes de selo nacional nos mercados de actuação, e por final identificar as oportunidades para capacitar os profissionais nacionais na adopção de abordagens melhoradas em prol do desenvolvimento social e aproveitara a estrutura de sustentabilidade building forever do Grupo De Beers.

“Angola considera de grande valia a aplicação das soluções e aprendizagem da multinacional na promoção, transparência e rastreabilidade da produção de diamantes”. Lê-se na nota.

Na ocasião, o Presidente do Conselho Executivo da De Beers, Al Cook, disse estar ansioso por continuar a trabalhar em Angola, e que tem tirado maior proveito da experiência colectiva e ambição para fazer próspero o sector diamantífero angolano.

Sector mineiro assina memorando estratégico com a multinacional De Beers

As empresas predominantes no sector de mineração angolano, Agência Nacional de Recursos Minerais (ANRN) Endiama e Sodiam assinaram esta terça-feira, na cidade do Cabo-Africa do Sul, um memorando de entendimento estratégico (MEE) com a De Beers para promover o sector.

Fev 7, 2024 - 10:01
Última atualização   - 12:04
Sector mineiro assina memorando estratégico com a multinacional De Beers
© Fotografia por: DR
Sector mineiro assina memorando estratégico com a multinacional De Beers

O acordo visa fomentar a produção nacional de diamantes, bem como o crescimento da mineração de pedras aluviais e na melhoria das oportunidades de desenvolvimento social por todo o país. Segundo uma nota do Ministério dos Recursos Minerais, Petróleos e Gás.

Com a finalidade de se criar um ambiente de negócios que permite a cadeia de valor diamantífero a se estabelecer no mercado nacional e internacional, foram estabelecidas quatro áreas de actuação e, principais por ambas as partes.

A primeiro visa na revisão de depósitos de kimberlito para avaliar o nível de actratividade económica por meio da aplicação de novas tecnologias, e segue a identificação de oportunidades que permitam o crescimento de pedras aluviais em Angola.

Infere de igual modo, o trabalho conjunto para expandir os diamantes de selo nacional nos mercados de actuação, e por final identificar as oportunidades para capacitar os profissionais nacionais na adopção de abordagens melhoradas em prol do desenvolvimento social e aproveitara a estrutura de sustentabilidade building forever do Grupo De Beers.

“Angola considera de grande valia a aplicação das soluções e aprendizagem da multinacional na promoção, transparência e rastreabilidade da produção de diamantes”. Lê-se na nota.

Na ocasião, o Presidente do Conselho Executivo da De Beers, Al Cook, disse estar ansioso por continuar a trabalhar em Angola, e que tem tirado maior proveito da experiência colectiva e ambição para fazer próspero o sector diamantífero angolano.