Produção mineira do Cuango poderá crescer até 28 mil quilates ao mês.

A Sociedade Mineira do Cuango tem uma produção mensal de 23 mil quilates, até a data presente, que multiplicada, permite aos sócios aprovarem uma saída anual de 11 milhões de dólares para aquisição, manutenção de máquinas e pagamentos de salários  dos 700 trabalhadores.

A produção minera obtida pela sociedade do Cuango, na província da Lunda-Norte, é de 23 mil quilates de diamantes/mês, e, a previsão é de fazer crescer os níveis de produção, já no segundo trimestre do ano, para 28 mil quilates/mês e consequentemente elevar a contribuição fiscal, segundo o director interino para as Operações Mineiras, Hamilton Carvalho.

À margem de um evento infantil, realizado, esta quarta-feira, no âmbito das acções de Responsabilidade Social da empresa, Hamilton Carvalho, disse que a prospecção feita nos últimos dois anos confirmou a existência de novas jazidas rentáveis na concessão, todavia, os trabalhos de montagem decorrem de uma nova lavaria de pré tratamento com capacidade de processamento de 125 metros cúbicos. 

No entanto, a empresa conta com um agregado de seis a sete mil quilates de diamantes na balança comercial, facto que vai permitir uma venda na ordem dos 350 a 4.000 dólares/quilates, se comparados com os actuais 280 dólares.

Produção mineira do Cuango poderá crescer até 28 mil quilates ao mês

A Sociedade Mineira do Cuango tem uma produção mensal de 23 mil quilates, até a data presente, que multiplicada, permite aos sócios aprovarem uma saída anual de 11 milhões de dólares para aquisição, manutenção de máquinas e pagamentos de salários  dos 700 trabalhadores.

Jun 18, 2024 - 15:44
Última atualização   - 15:53
Produção mineira do Cuango poderá crescer até 28 mil quilates ao mês
© Fotografia por: DR
Produção mineira do Cuango poderá crescer até 28 mil quilates ao mês

A produção minera obtida pela sociedade do Cuango, na província da Lunda-Norte, é de 23 mil quilates de diamantes/mês, e, a previsão é de fazer crescer os níveis de produção, já no segundo trimestre do ano, para 28 mil quilates/mês e consequentemente elevar a contribuição fiscal, segundo o director interino para as Operações Mineiras, Hamilton Carvalho.

À margem de um evento infantil, realizado, esta quarta-feira, no âmbito das acções de Responsabilidade Social da empresa, Hamilton Carvalho, disse que a prospecção feita nos últimos dois anos confirmou a existência de novas jazidas rentáveis na concessão, todavia, os trabalhos de montagem decorrem de uma nova lavaria de pré tratamento com capacidade de processamento de 125 metros cúbicos. 

No entanto, a empresa conta com um agregado de seis a sete mil quilates de diamantes na balança comercial, facto que vai permitir uma venda na ordem dos 350 a 4.000 dólares/quilates, se comparados com os actuais 280 dólares.